58 instrumentos para as melhores 100 canções

58 instrumentos para as melhores 100 canções

Em 2005, a Revista norte-americana Rolling Stones publicou a lista das melhores 500 canções de todos os tempos (veja a lista clicando aqui). As músicas foram selecionadas por 172 especialistas de música, incluindo músicos, críticos e outras figuras da indústria musical. As escolhas causaram críticas e controvérsias, mas a lista não é o objeto de nosso post.

Com base na lista da Revista, o Berklee College of Music de Boston, EUA, destacou 58 instrumentos para as melhores 100 canções. Criaram uma linda ilustração, elencando os instrumentos utilizados em cada uma das músicas top 100. Embora uma grande percentagem utilize guitarra, baixo e bateria (nenhuma surpresa até aqui), os 58 instrumentos neste gráfico vão muito além do esperado. Do swarmandal usado pelos Beatles em Strawberry Fields Forever às castanholas da música Be My Baby das The Ronettes, passando pela harpa de boca usada pelos Beach Boys na música Good Vibrations, essas canções utilizam instrumentos menos usuais mais do que imaginamos. Confiram abaixo:

rolling-stone-instruments

Visite a página original da Berklee

Turi Collura é pianista, compositor, músico profissional. Atua como professor em Cursos de Pós-Graduação, em Conservatórios e Festivais de música pelo Brasil e no exterior.Formado na Itália em Disciplinas da Música (Bolonha) e na Escola de Jazz (Milão), é Mestre pela UFES, e Pós-graduado pela mesma Instituição.Turi é Coordenador Pedagógico do Terra da Música e Professor de alguns cursos online. É autor de métodos em livros e DVD (Improvisação, Piano Bossa Nova, Rítmica e Levadas Brasileiras para Piano), alguns dos quais publicados pela Editora Irmãos Vitale e com tradução em inglês.Ativo na cena musical como solista, músico de estúdio e arranjador, tem participado da gravação/produção de diversos discos. Em 2012, seu CD autoral “Interferências” ganhou uma versão japonesa. Seu segundo CD faz uma releitura moderna de algumas composições do sambista Noel Rosa.

Deixe uma resposta