Como organizar melhor os estudos de música?

Recebemos muitas perguntas por parte dos alunos dos nossos Cursos Online. Hoje respondemos à pergunta “Como organizar melhor os estudos de música”.

Por que estudamos música?

Temos vários motivos para isso: por hobby, para tocar na igreja, para nos tornarmos profissionais, para tocar com os amigos… e por ai vai. Gostamos de gêneros diferentes, alguns gostam de compor, outros de improvisar, outros de imitar os solos de seu ídolo. As possibilidades são muitas.

Surge a observação: se temos vários objetivos, ao estudar música, é justo pensar que temos várias maneiras de fazer isso. É bom, então, refletirmos sobre como podemos organizar melhor os nossos estudos e sobre os elementos que integram o nosso desenvolvimento.

Procurar um bom profissional para lhe orientar nos seus estudos de música é uma boa ideia. Mas que tal você refletir sobre alguns aspectos de sua aprendizagem?

Conforme seu objetivo (meta), estabeleça um percurso para alcançá-lo. O percurso leva em conta fatores diferentes, como, por exemplo, o tempo e os recursos à disposição.[/vc_column_text]

Cinco áreas principais de desenvolvimento:

  1. Técnica
  2. Harmonia
  3. Audição
  4. Estudos rítmicos
  5. Repertório

É claro que as áreas indicadas acima são algo “geral” e não específico. Por exemplo, se nos seus estudos de música você está querendo desenvolver a improvisação deve colocar esse item entre as suas atividades.

Leia também: Como maximizar o resultado de seus estudos

Fique constantemente conectado ao seu estudo de música, PENSE NELE! Pense nos conteúdos que está estudando. Pode fazer isso durante o seu dia, enquanto está desempenhando outras atividades.

Leia também: O triângulo das habilidades

No passado escrevi um artigo falando do “triângulo das habilidades e competências” do músico. Essa é uma ferramenta interessante que lhe permite ter uma noção mais precisa de quais “ingredientes” você precisa colocar no seu dia-a-dia de desenvolvimento musical.

 

Quer enviar sua pergunta? Use os comentários no final dessa página.

Até a próxima!

 

Turi Collura é pianista, compositor, músico profissional. Atua como professor em Cursos de Pós-Graduação, em Conservatórios e Festivais de música pelo Brasil e no exterior.Formado na Itália em Disciplinas da Música (Bolonha) e na Escola de Jazz (Milão), é Mestre pela UFES, e Pós-graduado pela mesma Instituição.Turi é Coordenador Pedagógico do Terra da Música e Professor de alguns cursos online. É autor de métodos em livros e DVD (Improvisação, Piano Bossa Nova, Rítmica e Levadas Brasileiras para Piano), alguns dos quais publicados pela Editora Irmãos Vitale e com tradução em inglês.Ativo na cena musical como solista, músico de estúdio e arranjador, tem participado da gravação/produção de diversos discos. Em 2012, seu CD autoral “Interferências” ganhou uma versão japonesa. Seu segundo CD faz uma releitura moderna de algumas composições do sambista Noel Rosa.

6 Comentários

  • Realmente é muito importante definirmos metas e organizarmos nossos estudos!! Excelente dica essa das cinco principais áreas de desenvolvimento pois se conseguirmos manter essa organização certamente conseguiremos ter um desenvolvimento progressivo consistente. Obrigado mestre!

    Hilton Lemos
    • Hilton, obrigado por nos acompanhar nos cursos há algum tempo! Ver o seu desenvolvimento é muito bom!

      Turi Collura
  • Excelente!
    Este é um tema muito interessante, uma vez que, nos remete a reflexão da metodologia de estudo, com a definição de objetivos coerente, aplicáveis, e de que nessa jornada precisamos de muita disciplina.
    Bola na rede.
    Um grande abraço.

    LENILDO
  • Esclarecedor e inspirador como sempre! Obrigado mestre Turi Collura pelos ensinamentos! Vida longa ao mestre! Vida longa ao Terra da Música!

    Jackson Souza Lima

Deixe uma resposta