Dica de batera #1: rudimentos aplicados ao baião

O baterista Arthur Teles demonstra alguns estudos de bateria para o Baião. A partir dos rudimentos tradicionais, cria um estudo a duas vozes. Confira as dicas.

O material de estudo (veja a transcrição a seguir) foi pensado para ser estudado a duas vozes. Para um estudo significativo, é importante que interprete o ostinato dos pés como uma voz base, e que a segunda voz (variações com as mãos) seja interpretada de maneira independente.

Antes de juntar as vozes para execução, pratique cada uma delas separadamente, identificando quais são os rudimentos ou “palavras rítmicas” que estão sendo utilizados. Os símbolos (+, o) significam respectivamente os sons de toques fechados e abertos no bumbo e hi-hat. Os sons abertos e fechados na bateria têm, como intuito principal, simular a sonoridade de diferentes instrumentos de percussão na bateria. No caso desse estudo, o instrumento da percussão que serve de base é a zabumba, instrumento característico no Baião.

Ritmo de baião na bateria - exercícios

 

Para se aprofundar

Se quiser aprofundar como funciona a relação de toques abertos e fechados nos pés, sugiro um método que explica isso de uma forma espetacular. Trata-se do livro “Batuque é um privilégio” – Oscar Bolão.

Conheça o Curso Online de Bateria

Curso online de bateria

Mestrando em Performance Musical pelo Programa de Pós Graduação em música da UFRJ. Pós-graduado em "Artes na Educação" pelo CESAP, Licenciado em Música pela UFES e formado pelo Curso de Formação Musical com ênfase em música Popular pela FAMES (2013). Atua como baterista e Percussionista profissional e como professor.

Deixe uma resposta