Diferença entre Tônica e Fundamental

Diferença entre Tônica e Fundamental

Nesse artigo falamos da diferença entre Tônica e Fundamental, algo que, às vezes, no estudo da harmonia, pode gerar dúvidas.

Nesse post quero responder a uma pergunta recorrente que os alunos do Curso de Harmonia Aplicada à Música Popular me fazem: qual é a diferença entre Tônica e Fundamental.

Na harmonia tonal existem dois centros de gravidade que correspondem às duas dinâmicas que chamamos de perspectiva vertical e perspectiva tonal. Tônicafundamental são esses dois centros de gravidade.

Vejamos:

A fundamental está na base do que chamamos de dinâmica vertical, representando a raiz do acorde, seu primeiro grau.

Vamos considerar o acorde como unidade – e não em relação à tonalidade ou a outros acordes. Cada acorde está organizado a partir da sua fundamental, que é o seu primeiro grau.

Tônica e fundamental

A tônica está na base da dinâmica tonal. Sua função organizativa se refere a um conjunto de acordes. As relações dos acordes com a tônica são simbolizadas pela cifragem dos graus. Usando os algarismos romanos, indicamos as relações dos acordes com a tônica, que representa o centro em volta do qual se organizam todos os demais.

Observe a representação a seguir:

Tônica e fundamental

A Tônica, portanto, precisa de uma dimensão mais ampla para acontecer, sendo o primeiro grau de uma tonalidade. Ela se constitui, como dissemos acima, como centro de gravidade na relação com outros acordes.

A Fundamental não precisa nada mais que de um único acorde. Ela é o seu primeiro grau.

Assim, o primeiro grau de cada acorde é chamado fundamental. O acorde I de uma tonalidade é chamado “acorde de tônica”.

Turi Collura é pianista, compositor, músico profissional. Atua como professor em Cursos de Pós-Graduação, em Conservatórios e Festivais de música pelo Brasil e no exterior.Formado na Itália em Disciplinas da Música (Bolonha) e na Escola de Jazz (Milão), é Mestre pela UFES, e Pós-graduado pela mesma Instituição.Turi é Coordenador Pedagógico do Terra da Música e Professor de alguns cursos online. É autor de métodos em livros e DVD (Improvisação, Piano Bossa Nova, Rítmica e Levadas Brasileiras para Piano), alguns dos quais publicados pela Editora Irmãos Vitale e com tradução em inglês.Ativo na cena musical como solista, músico de estúdio e arranjador, tem participado da gravação/produção de diversos discos. Em 2012, seu CD autoral “Interferências” ganhou uma versão japonesa. Seu segundo CD faz uma releitura moderna de algumas composições do sambista Noel Rosa.

Deixe uma resposta