Fone de ouvido que estimula o cérebro a liberar dopamina, o “hormônio do prazer”

Fone de ouvido que estimula o cérebro a liberar dopamina, o “hormônio do prazer”

A música como você nunca sentiu!

Nervana, uma startup de Boca Raton (Flórida – EUA) fundada por uma equipe de médicos profissionais, produz um aparelho que, através de um fone de ouvido, estimula o cérebro a produzir dopamina, substância chamada o “hormônio do prazer”.

NERVANA, um dispositivo eletrónico que envia sinais de prazer para o cérebro, estreou pela primeira vez no Consumer Electronics Show em Las Vegas, de 6 a 9 de janeiro desse ano. O aparelho proporciona sinais elétricos através da pele para estimular o nervo vago a criar dopamina, neurotransmissor responsável por nos fazer sentir prazer e felicidade, usualmente estimulado ao praticar exercícios físicos, usar drogas, ao fazer sexo, escutar música, entre outras atividades.

Sincronizando-se com a música, fornece um estado alterado da mente de forma positiva.

O usuário simplesmente liga o aparelho a uma fonte de música, coloca os fones de ouvido e sente um pequeno sinal elétrico ligado às suas músicas favoritas. As configurações podem ser personalizadas.

Para sentir a música fisicamente

“NERVANA foi criado com a idéia de modular a estimulação do nervo vago com a batida da música – afirma o Dr. Richard G. Cartledge, co-fundador e co-criador de NERVANA. Nos libertará da experiência auditiva convencional para levar-nos a explorar uma fronteira musical totalmente nova.”

“O aparelho ajuda as pessoas a se divertir e romper com os estressores da vida diária. Todo mundo precisa de uma mudança de ritmo, e nós fornecemos um caminho natural para transformar a maneira como as pessoas se sentem e experimentam o mundo.”

O fone de ouvido do aparelho pode ser plugado em smartphones ou em um dispositivo criado pela própria companhia. Ele adiciona à experiência auditiva uma pequena estimulação elétrica, ao escutar uma música. O pulso elétrico, cronometrado com a batida da música, desencadeia reações cerebrais que permitem que a dopamina, a serotonina e a ocitocina sejam liberadas. Mas é possível também usar o Nervana sem música, ativando o modo de som ambiente, capaz de produzir o mesmo efeito apenas com os sons detectados nos arredores.

Nervana custará US$ 300 e será possível encomendá-lo a partir de fevereiro. Já as entregas do produto serão feitas a partir de abril.

Deixe uma resposta