Isn’t she lovely: Playback e partitura

Isn’t she lovely: Playback e partitura

Mais uma música para a série de estudos com bases (playbacks) e partituras de qualidade do Terra da Música. Bases para serem usadas nos nossos Cursos Online e pelos leitores! A música que estudamos hoje é Isn’t she lovely, música de Stevie Wonder.

Algumas informações sobre a música

A música Isn’t she lovely foi lançada em 1976 no álbum Song in the key of life e dedicada à filha recém nascida. Em sua versão original, a canção inicia com o choro da criança, muitas vezes editado nas passagens no rádio e ausente em versões sucessivas da composição.

O disco levou mais de dois anos da concepção ao lançamento, e hoje é considerado como um dos melhores e mais criativos momentos da carreira de mais de quarenta anos do artista.

Lançamento: 28 de setembro de 1976
Artista: Stevie Wonder
Gravadora: Tamla
Prêmios: Grammy Award: Álbum do Ano, mais
Indicações: Juno Award: Melhor Álbum Internacional, Brit Award: Melhor Álbum Internacional

Ouça aqui a faixa original de 1976

Ouça aqui uma versão mais recente, Live em Londres de 2008

Playback para o seu estudo

(Um agradecimento especial a Klayton Galdino pela realização do playback!)

Uma “mágica” para os improvisos:

Podemos utilizar apenas uma escala, para improvisarmos na música inteira: a escala pentatônica maior de Eb (ou, o que é o mesmo, a escala pentatônica menor de C).

Outra escala interessante é a penta-blues, que acrescenta à escala anterior apenas uma nota, vejamos:

Uma mistura da abordagem vertical à improvisação com essas escalas apresentadas acima, leva a resultados muito interessantes.

Pianista, compositor, atua como professor e palestrante em instituições, festivais de música pelo Brasil e cursos de pós-graduação. Turi é Coordenador Pedagógico do Terra da Música e professor de alguns cursos online. É autor de métodos em livros e DVD. Em 2012, seu CD autoral “Interferências” foi publicado no Japão. Seu segundo CD faz uma releitura moderna de algumas composições do sambista Noel Rosa.

Deixe uma resposta