Técnicas para maximizar o resultado de seus estudos

Técnicas para maximizar o resultado de seus estudos

 

Você andou já se perguntando coisas como:

Como maximizar o resultado dos estudos musicais?

Talvez você tenha já ouvido a frase “não é a quantidade, mas sim a qualidade“. Isso acontece também (e como!) no estudo da música!

O que isso significa?

Vamos supor que você resolva dedicar 4 horas semanais ao estudo da música. Você pode escolher uma tarde por semana e estudar por quatro horas. Ou você pode estudar 45 minutos por dia. A somatória dá a mesma quantidade de tempo… mas os resultados são diferentes!!

Está se perguntando porque? Nosso cérebro é um músculo, e precisa ser estimulado continuamente para que se desenvolva.[/vc_column_text]

Imagine:
Você faz um determinado exercício com seu instrumento estudando por 10 minutos. Depois disso, levanta da cadeira e sai de casa para ir ao cinema. Enquanto isso, uma parte do cérebro continua elaborando aquele estudo em que foi estimulado.

Acredita?
Vamos lá:  já lhe aconteceu de lhe se apresentar a solução de um problema que você teve por dias, de repente, enquanto você estava cantando debaixo do chuveiro? Isso acontece porque nosso cérebro continua trabalhando para nós, mesmo que nós estejamos nos dedicando a outras coisas!!

Voltemos à ideia de que o cérebro é um músculo: você o “cutuca” e ele reage ao estímulo.

Há muito tempo, o homem descobriu que o cérebro aprende por meio da repetição de tarefas. Mais recentemente, descobrimos uma coisa muito interessante: O Cérebro Não Distingue o Real do que é Imaginado.

O que isso significa? Que mais importante que ficar sentado na frente do seu instrumento, é você ficar mentalmente conectado com o estudo que está fazendo!! De fato, o estudo da música não se faz apenas quando estamos juntos de nosso instrumento! Existe algo chamado “Ensaio Mental”

A ideia de base é essa:

  • O Cérebro é um Músculo

O Cérebro Não Distingue o Real do que é Imaginado

  • Portanto, pensar em fazer ou fazer têm, para nosso cérebro, o mesmo significado!

Fique constantemente conectado ao seu estudo de música, PENSE NELE! Pense nos conteúdos que está estudando. Pode fazer isso durante o seu dia, enquanto está desempenhando outras atividades.

MANTENHA A CONEXÃO

O ensaio mental é bem aplicável ao estudo musical. Enquanto estuda, grave o exercício na sua mente e pratique e faça desse exercício o seu “pensamento do dia”. Mesmo que você esteja fazendo outras coisas, que esteja na rua ou no banco, no restaurante ou na cozinha de casa, pense nos seus estudos. Entre uma atividade e outra de sua rotina diária, lembre de seu estudo. Em pouco tempo irá se surpreender, descobrindo que seu progresso nos estudos é REAL!!! Dessa forma terá aprendido a maximizar o resultado de seus estudos.

Outra coisa: seja organizado, tenha um caderno no qual anotar as tarefas desenvolvidas, os progressos feitos. Isso lhe dará calma mental. Aprender a se organizar é o início do seu sucesso!!

Encontrei na internet um vídeo interessante que quero compartilhar aqui.

(Para quem quiser aprofundar o assunto do Ensaio Mental: uma rápida busca na internet poderá lhe oferecer uma panorâmica ampla desse fenômeno).

Pianista, compositor, atua como professor e palestrante em instituições, festivais de música pelo Brasil e cursos de pós-graduação. Turi é Coordenador Pedagógico do Terra da Música e professor de alguns cursos online. É autor de métodos em livros e DVD. Em 2012, seu CD autoral “Interferências” foi publicado no Japão. Seu segundo CD faz uma releitura moderna de algumas composições do sambista Noel Rosa.

10 Comentários

Deixe uma resposta